-pt-br O estigma dos suplementos nutricionais - Midway Labs USA - Suplementos alimentares que geram resultados

CIÊNCIA E CONHECIMENTO

BUILD YOURSELF

O estigma dos suplementos nutricionais

16 de fevereiro de 2016

Os suplementos nutricionais ainda são de certa forma estigmatizados. Apesar de inexistir qualquer pesquisa de opinião que possa servir de parâmetro, quem trabalha na área das ciências da atividade física, sabe que a maioria das pessoas ainda tem certo receio de consumir suplementos.

As razões para este receio são várias. Podemos considerar entre outras:

  1. Os primeiros consumidores dos suplementos nutricionais foram os chamados “heavy users” que se constituem nos fisiculturistas e praticantes de exercícios pesados de musculação. Para atender este público, as empresas criaram uma linguagem de comunicação nas embalagens e anúncios direcionada a sensibilizar fundamentalmente quem quer ganhar massa muscular. Esta comunicação atinge este público fiel, porém não sensibiliza o indivíduo comum e potencial consumidor.
  2. Existem muitos mitos e informações erradas a respeito dos suplementos. Muito frequentemente se confunde o conceito de suplemento com o de drogas anabolizantes, criando um receio ainda maior de seu consumo.
  3. A falta de informações corretas que deveriam chegar até mesmo aos profissionais de saúde é outra razão deste estigma. É importante convencer a opinião pública de que suplemento é ALIMENTO e não medicamento.
  4. O abuso no consumo de alguns produtos por parte de consumidores mal orientados e o justificado receio de prejuízo à saúde, alimentando opiniões contrárias ao seu uso, também contribui para prejudicar o seu conceito.
  5. Até mesmo o nome dos produtos que aparecem nos rótulos dificulta o entendimento do potencial consumidor. Quando for possível esclarecer a todos que Whey Protein é a proteína do soro do leite, Maltodextrina é um açúcar de rápida absorção, BCAA são amino-ácidos importantes para uma boa nutrição, entre vários outros exemplos, quem sabe o conceito do suplemento possa mudar.

Os suplementos são recursos nutricionais importantes, e seu consumo bem orientado atende a diferentes necessidades, com resultados muito convincentes. A sua indicação não se restringe aos praticantes de atividades físicas, para os quais ele até foi concebido. Com uma boa orientação, os suplementos podem beneficiar crianças em fase de crescimento e desenvolvimento, idosos com necessidades nutricionais especiais, além de ser utilizado para correções de dietas com algumas carências em função de hábitos alimentares inadequados.

A questão é derrubar os preconceitos em relação a estes nutrientes, e as próprias empresas já se dedicam atualmente a desenvolver linhas de produtos com um apelo diferente, resgatando o conceito de suplemento como alimento, com proposta de atender as necessidades nutricionais e também como forma de promoção de saúde.

Posts Relacionados